O que é necessário para um Empreendedor de Sucesso.

Capital
Uma idéia
Atitudes
Relacionamento


NEWSLETTER



 
  • ABTD - Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento
  • ba
  • Idepro
  • ba
  • CENAR
  • ba
  • Interamplitude
  • ba

A comunicação é a alma do negócio!
Vanderlei Abreu

Em tempos de globalização dos negócios, é de extrema importância a atualização do velho ditado: “A propaganda é a alma do negócio!”.

A comunicação se tornou uma ferramenta indispensável para o sucesso de qualquer organização e seu uso de forma profissional é condição sine qua non para a evolução do empreendimento.

E quando falo de comunicação considero todas as ferramentas para atingir o público alvo, desde o “front door” de identificação de uma loja até os grandes programas de comunicação institucional desenvolvido por corporações nacionais e multinacionais.

Vamos focar como público alvo o pequeno e médio empreendedor, que é ávido por informações sobre como posicionar-se melhor em termos de comunicação com seu cliente.

A mídia tradicional (jornais, revistas, rádio e televisão) geralmente reserva pouco ou nenhum espaço jornalístico para o pequeno e médio empreendedor, salvo as publicações especializadas, como Pequenas Empresas & Grandes Negócios, por exemplo. Resta para esses empresários valer-se da propaganda tradicional para poder se posicionar e alavancar novos negócios. Neste caso, a propaganda continua sendo a alma do negócio, pois, sem alguma forma de divulgação, a empresa não se torna conhecida e o tempo para fazer o negócio crescer se torna um pouco maior.

Há aproximadamente 10 anos, uma importante ferramenta de comunicação institucional passou a ser utilizada como “tábua de salvação” para os empresários que desejam ser reconhecidos pela mídia e pelo público: a assessoria de imprensa.

Entretanto, seja por falta de informação do empresário ou, principalmente, por uma distorção cometida pelos profissionais de assessoria de imprensa, esse serviço vem sendo apresentado como um substituto para a propaganda tradicional, quando, na verdade, ele DEVE ser oferecido como uma ferramenta complementar à estratégia de comunicação da empresa. Assessoria de imprensa não é substituta de propaganda e não deve ser usada como tal.

O principal objetivo da assessoria de imprensa está na própria etimologia do termo, ou seja, assessorar o jornalista na preparação e elaboração de uma reportagem.

Cabe também ao assessor de imprensa sugerir notícias de seu cliente para eventuais pautas de uma publicação ou programa jornalístico. Outro aspecto importante que deve ser ressaltado é determinar o que é notícia. Com muita propriedade, o jornalista Hélvio Borelli, diretor da Rádio Trianon, uma das principais emissoras AM de São Paulo, afirma que o único profissional que determina o que é notícia para o veículo onde trabalha é o próprio jornalista. Muitas vezes, o que pode ser notícia para um empresário, não necessariamente o é para um meio de comunicação.

Tudo depende de uma avaliação de perfil de público do veículo e sua linha editorial e essa é uma informação de extrema relevância que o assessor de imprensa precisa dominar.

Hoje, o perfil do assessor de imprensa deve ser mais eclético, contemplando não só o trabalho de divulgação de notícias sobre seu cliente para a mídia, mas, também, identificar outras oportunidades e ferramentas de comunicação para ajudar o empresário a aproximar-se mais de seu público consumidor.

É dessa forma que a comunicação se torna a alma do negócio. Nos próximos artigos vou tratar sobre essas ferramentas. Até lá!


Se desejar enviar esta página para um amigo, clique no botão abaixo:


Comentários sobre este Artigo:


Faturamento

Todos os direitos reservados. Copyright 2008

Website criado por interAmplitude